Turistas contarão com reforço policial no São João de Cachoeira

10

Para o turista que vai curtir o São João na Feira do Porto, na cidade de Cachoeira, no Recôncavo Baiano, as polícias Militar e Civil, além do Corpo de Bombeiros, dão dicas de como aproveitar a festa em segurança. O evento que acontece entre os dias 21 e 24 de junho, contará com uma Delegacia Especial no circuito para atender os forrozeiros da cidade e da zona rural.

 

“O São João de Cachoeira tem a tradição de não ter muitos problemas de violência. Quem precisar dos nossos serviços estaremos à disposição por toda área”, disse o subcomandante da 27ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Cruz das Almas), capitão Denis Anderson.

 

Com o objetivo de atender as demandas do evento junino, em 2019 serão instaladas estações com revistas para evitar a entrada de materiais proibidos. Além disso, no entorno da festa, postos das polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros serão montados. Toda estrutura sinalizada, com a participação de todas as instituições. “Facilmente o turista vai poder tirar suas dúvidas com qualquer uma dessas forças que sinalizarão o local adequado para cada atendimento”, contou o oficial.

 

O major BM Ramon Diego Diniz, comandante do 3º GBM, alerta sobre os cuidados de não esquecer de levar os documentos de identificação, e quem faz uso de remédio, é importante carregar sua medicação. “Se for viajar de carro, evitar o uso de bebida alcoólica e fazer a revisão do automóvel, principalmente a parte de mecânica para verificar todos os itens de segurança”, ressalta.

 

Lembrou também sobre evitar soltar fogos em locais fechados, próximo a paredes aquecidas, fogão ou qualquer outra fonte de calor para não causar um incêndio. “Evitar pular fogueiras, em especial as crianças. Os responsáveis precisam também redobrar as atenções com os pequenos utilizando fogos de artifício”, diz o oficial.

 

Para aguentar o pique dos festejos, major Ramon destacou que é essencial se hidratar e ter atenção ao misturar bebidas com alimentação inadequada para não gerar desconforto. “Atenção também com os calçados, pois precisam estar de acordo com o tipo de piso”, finalizou o oficial dos Bombeiros.

Fonte: Ascom / Suzane Santos