Homem acusado de assassinar ex-companheira em S. A. de Jesus já havia sido preso por homicídio em Jiquiriçá, diz polícia

14

Após o assassinato da senhora Nilda Pereira de Oliveira, morta na madrugada desta quinta-feira (06) na Rua Juerana, bairro São Benedito em Santo Antônio de Jesus (veja aqui), a delegada que investiga o caso, Dra. Patrícia Jaques, afirmou em entrevista à Rádio Recôncavo FM sobre o acusado, Gilvan Cerqueira dos Santos. De acordo com a delegada, o mesmo já havia sido preso por homicídio na cidade de Juquiriçá, além de ter sido denunciado por Nilda por crime de violência doméstica, “após um tempo da medida protetiva ser efetivada, Gilvan alugou uma residência próximo casa de Nilza e continuaram mantendo o relacionamento. Nós ouvimos tanto a vítima quando os seus filhos na última ocorrência de violência doméstica registrada na delegacia, onde afirmaram que sua mãe sofria violências recorrentemente. Os familiares de Nilza, afirmaram que ela mantinha o relacionamento sob ameaças. Gilvan já tinha sido preso preventivamente após uma acusação de homicídio na cidade de Jiquiriçá”, disse.

Flagrante: Gilvan Cerqueira dos Santos ainda não foi encontrado. Entretanto, Polícia Civil está trabalhando em conjunto com outras delegacias para localizar o acusado, mas o que se espera é encontra-lo dentro do prazo estipulado para o flagrante, “estamos ainda em uma situação de possível flagrante e vamos continuar, toda a equipe da 4 COORPIN estão no encalço deste acusado. Ele não tem familiares em Santo Antônio de Jesus, pois o mesmo é da cidade de Jiquiriçá, mas nós já entramos em contato com a Polícia de lá e estamos trabalhando em conjunto para localizar o autor. Fomos na casa onde ele morava e vimos marcas de sangue pelo banheiro e também nas fechaduras”, falou.

Redação: Voz da Bahia